Vamos ficar alertas

arrebamentoesegundavindaEvidências Bíblicas sobre a época da volta do Senhor Jesus Cristo.

O dia e a hora ninguém pode saber (Mt 24.36), mas a época do arrebatamento que dá início à segunda vinda do Senhor Jesus Cristo não nos surpreenderá (1Tss 5.4).

 Há uma enorme diferençam entre saber o dia e a hora (dado este que ninguém sabe a não ser o Senhor Deus). E a época do arrebatamento que o Senhor nos revela através de sua Santa Palavra.

Da mesma forma que o Senhor Deus anunciou, 800 anos antes de Abraão (Gn 15.13) que o povo de Israel seria libertado do Egito após 400 anos de aflição.

De uma forma igual o Senhor Deus anunciou ao profeta Jeremias (Jer. 29.10), 100 anos antes, que o povo de Judá e Israel seria libertado da Babilônia após 70 anos de cativeiro.

Da mesma forma que o Senhor Deus anunciou ao Profeta Daniel (Dan. 9:24-26), 550 anos antes, a época da primeira vinda do Senhor Jesus, o Messias e Redentor de Israel.

Da mesma forma, o próprio Jesus e seus profetas nos revelam sobre a época de Sua segunda vinda que, em suma, será o maior acontecimento de toda a história do povo de Deus (Igreja e Israel) e de toda a humanidade, e que será desencadeada pelo arrebatamento da Igreja fiel. Serão estas evidencias inquestionáveis que estaremos estudando a seguir. Pra começas não deveremos esquecer que para o Senhor Deus 1.000 anos equivale a um dia (2Pe 3:8 e Sl. 90.4).

Ao tratar da segunda vinda do Senhor Jesus, o apóstolo Pedro em sua segunda carta no capítulo 3, e no versículo 8, nos revelou que não deveremos ignorar quando o assunto se trata da segunda vinda do Senhor Jesus Cristo. (vejamos os versículos 8,9 e 10).

A primeira evidência (para Igreja e Israel)

Em várias Bíblias e até em dicionários, verifica-se facilmente que Adão foi criado em torno de 4.000 anos a.C. Logo, de acordo com a equação de (2Pedro 3:8), se 1.000 anos é igual a um dia, obviamente 4.000 anos é igual a quatro dias. Do Senhor Jesus Cristo até os dias atuais se passaram aproximadamente 2.000 anos, ou seja, dois dias. Portanto se somarmos 4 (antes do Senhor Jesus Cristo) mais 2 (depois do Senhor Jesus Cristo) resultam seis dias. O que surpreende é que o Senhor Jesus Cristo nos revela no Seu Evangelho ver (Jo 5:17). Ora, como é que o Pai trabalha até agora, se no livro de Gênesis 2:3 diz que o Senhor Deus descansou no sétimo dia? Ver (Gn 2.3). Ocorre que o dia de descanso ainda não chegou, mas está na iminência de chegar, uma vez que já são passados cerca de 6.000 anos desde Adão, ou seja, seis dias já são passados, e o sétimo dia, que é o de descanso, que deve corresponder a 1.000 anos, é tratado na Bíblia em Apocalipse 20:1-2,6.

Mil anos sem satanás, com o Senhor Jesus Cristo reinando nesta Terra no Seu Reino Milenar de Paz. Como 1.000 anos é igual a um dia, este dia de paz corresponde ao dia de descanso de Gn 2:3, e está na iminência de se iniciar. Os seis primeiro dias, ou seja, os cerca de 6.000 anos desde Adão até hoje se findarão com a segunda vinda do Senhor Jesus Cristo, que se inicia com o arrebatamento da Igreja do Senhor.

Segunda Evidencia (para a Igreja).

Na parábola do bom samaritano em Lucas 10:35, o samaritano que representa o Senhor Jesus, ao partir para a viagem, tira dois dinheiro (dois denários) e os dá ao hospedeiro dizendo, em síntese: Cuida do ferido e quando eu voltar te pagarei o que for devido. (Lc 10:33-35).

De acordo com os dicionários bíblicos, 1 denário é igual a 1 dinheiro, moeda romana de prata usada na época do Senhor Jesus, que correspondia ao salário que um trabalhador da época recebia por um dia de trabalho. Ora, se o samaritano (Jesus) tirou dois dinheiros para pagar ao hospedeiro seu trabalho até que voltasse, é porque voltaria em dois dias (já que dinheiro paga um dia de trabalho). Reparemos que, como um dia para o Senhor Deus equivale a 1.000 anos, ao indicar que voltaria em dois dias, o Senhor nos aponta que retornaria por volta de 2.000 anos. Logo, está é mais evidência de que a vinda do Senhor Jesus é para os nossos dias. Observe que para o Senhor Jesus, 1.000 anos equivale a uma vigília, de acordo com Salmos 90:4.

Vamos ficar alertas

PARTE 2

[oração de Moisés] (Sl 901-4). De acordo com os dicionários bíblicos, nos tempos bíblicos a noite se dividia em quatro vigílias, sendo a 1ª vigília de 18:00 h às 21:00 h, a 2ª vigília de 21:00 h à meia-noite, a 3ª vigília de meia-noite às 03:00 h e a 4ª vigília de 03:00 h ás 06:00 h.

Terceira Evidência (para a Igreja).

Em Lc 12:37-38, o Senhor Jesus Cristo, ao tratar de Sua 2ª vinda, na parábola do Servo vigilante, revela que poderá vir na 2ª na 3ª vigília, ver (Lc 12.37-38). Observe que como 1.000 anos é igual a uma vigília, a 2ª vigília corresponde ao 2º milênio e a 3ª vigília ao 3º milênio. Ou seja, quando o Senhor se refere à possibilidade de voltar na 2ª vigília ou na 3ª vigília aponta para a transição do 2º para o 3º milênio, ou seja, para os nossos dias.

Quarta Evidência (para a Igreja).

Para que não houvesse dúvidas sobre a parábola do servo vigilante acima comentada, em (Mt 25:6, ao tratar também de sua segunda vinda o Senhor nos revela as parábola das dez virgens, que o esposo retornará à meia noite, ou seja, exatamente na transição da 2ª para a 3ª vigília (Mt 25: 5-6).

O Senhor Jesus não se conteve como na parábola do servo vigilante, mas deixou bem claro que sua vinda é entre a 2ª e a 3ª vigília, à meia-noite, especificamente na época de transição entre o 2º e o 3º milênios. O que não se sabe é se a contagem é do nascimento ou de outro evento de Sua vida como Sua ressurreição ou ascensão aos céus, mas que é para os nossos dias não restam dúvidas.

Quinta Evidência (para Israel).

Em Oséias 6.1-2, a profecia é dirigida para Israel que foi despedaçado e ferido partindo para a Grande Dispersão no 70 d.C., com a invasão e destruição de Jerusalém pelo General Romano Tito. (Os 6.1-2).

Reparemos que a vida é recebida, após cerca de dois dias (2.000 anos) tendo sido fundado o Estado de Israel, em 14 de Maio de 1948 e que será ressuscitado (voltará para o Senhor Deus) por ocasião da Sua 2ª vinda, no 3º dia (3º milênio já iniciado).

Sexta evidencia (para a Igreja e Israel)

Em Mateus 24:32-36, o Senhor Jesus Cristo revela um limite para que todas estas coisas aconteçam (Sua segunda vinda) através da parábola da figueira, inclusive garantindo que estas Palavras são mais firmes do que o céu e a terra (Mt 24:32-35).

Israel na Bíblia é frequentemente como uma videira e com uma figueira (Jl 1:12). Ora, a figueira passou a brotar folhas e tornar seus ramos tenros a partir de 14 de Maio de 1948, quando da fundação do Estado de Israel. Ocorre que o Senhor Jesus Cristo nos revela que não passará a geração dos ramos e das folhas da figueira sem que todas estas coisas aconteçam. De acordo com a Bíblia uma geração dura cerca de 70 anos. É o que nos revela o Livro dos Salmos 90:10.

Assim 70 anos depois da figueira (Israel) ter brotado suas folhas e seus ramos, chegamos ao ano de 1948 + 70 = 2018, que seria o limite para o cumprimento de toda a Palavra profética relativa à segunda vinda do Senhor Jesus. Ora, como o arrebatamento ocorre pelo menos 7 anos antes da vinda gloriosa do Senhor Jesus Cristo (dois período de 3 anos e meio da Grande Tribulação). Poderíamos entender que este se daria a partir de 2011, o que exige de nós maior vigilância.

Há muitas outras evidencias, e todos apontam que a segunda vinda do Senhor Jesus Cristo é para os nossos dias. Alegremo-nos porque a nossa redenção e vitória eterna se aproxima.

Prepare-se para não ficar para trás, e não percas esta oportunidade única que é o arrebatamento da Igreja do Senhor Jesus Cristo, pois Ele está ás portas.

Fonte desconhecida

PESQUISA

OUÇAM A RÁDIO IIDE

A Palavra amiga com o Bispo Eliel Luna
– Orações
– Mensagem à Luz do Espírito Santo
Todos os dias às 11:30 e 23:30h

Baixe também o nosso aplicativo e ouça a rádio através do seu celular ou tablet.

google-play-badge

REDES SOCIAIS
ÚLTIMO VÍDEO
TWITTER
SIGA-NOS NO FACEBOOK

ENDEREÇOS

Endereço Matriz: Rua Abânia nº 25 - Costa Barros - Cep 22515-620

COMO CHEGAR

Endereço Filial: Est. do Camboatá n° 4040b / Loja C – Costa Barros – Cep 21650-100

COMO CHEGAR

Email: bp.elielluna@iide.com.br

Email: iide@iide.com.br

Desenvolvimento